quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

(Livro:) A Literatura em Perigo


























Livro: A literatura em Perigo - Tzvetan Todoro

Título A Literatura em Perigo
Autor Tzvetan Todorov
Classificação Autor Autor
Editora DIFEL
Páginas 96
Edição 1
Tipo de capa Brochura
Ano 2009
Assunto Literatura
Idioma Português

"Se o texto literário não puder nos mostrar outros mundos e outras vidas, se a ficção ou a poesia não tiverem mais o poder de enriquecer a vida e o pensamento, então teremos de concordar com Todorov e dizer que, a literatura está em perigo."

Olá leitores!
Mais um livro!!! Este é o segundo do desafio "Mãe, tô de férias"! Por ter visto resenhas e muitos comentários deste livro, resolvi inclui-lo no desafio.
Para estudantes do curso de letras e amantes de Literatura, Todorov compartilha conosco seus estudos e experiência ao longo do tempo. Embora que você possa pensar que é extremamente teórico e a leitura pode ser cansativa... Engano seu!

Todorov estimula o leitor a pensar sobre como a Literatura é importante na formação de um cidadão, principalmente quando está inserido na sala de aula. Como os professores tem se preparado para dar lecionar. Será que ser estudante de letras é, simplesmente, ser um futuro professor de Literatura? E se esse não for a consequência, é inevitável estar empregado?
 
Nascido no país da Bulgária,  Todorov ama a literatura e, por conta disso, decide obter uma formação a qual questione sobre a Literatura e a sua importância, percebendo que seu país não tinha cursos que abordassem de forma tão profunda, resolve ir para Paris.

Se forma, porém percebe que seus filhos amam ler, e estão em constante contato com livros, porém não possuem um bom desempenho durante seus estudos acadêmicos. Diante deste quadro, Todorov começa a questionar a formação dos professores, quais são os livros clássicos e porque foram selecionados.

Seu texto nos envolve a estes questionamentos de maneira clara e objetiva, sem se tornar uma leitura que deixe o leitor cansado, pelo contrário, a leitura flui de maneira que ao se deparar o livro chegou ao seu fim.

Confesso que me encantei com os apontamentos levantados pelo autor, e me estimulou a pensar sobre a minha formação na área de letras. Um dos questionamentos mais importunos é porque muitos leitores não gostam de ler os clássicos?!

Por isso estendo o convite a ler este livro tão simples e tão rico de conhecimento!

Sinopse
O impacto das palavras abalou a infância de um menino búlgaro de tal maneira que ele não conseguiu mais largá-las. Era a literatura mostrando ao ainda pequeno Tzvetan Todorov suas garras, seu poder visceral nas histórias dos irmãos Grimm, de Hans Christian Andersen, de Victor Hugo em Os Miseráveis, e de obras como Tom Sawyer. Em uma narrativa deliciosa que mescla experiências autobiográficas com referências do pensamento literário e de grandes obras universais, Todorov faz uma prosa despretensiosa, uma conversa com o leitor, na qual se destaca sua destreza como contador de histórias e ao mesmo tempo como crítico e pensador do campo das linguagens. A edição é enriquecida com textos de Caio Meira, que além da tradução assina o texto de apresentação do livro, e de Jorge Coli, crítico de arte. Ambos enfocam o caráter múltiplo do ensaio de Todorov e apresentam conexões da literatura com outras artes e com o ensino de literatura nos bancos escolares.


Saiba mais:

Sobre o autor: Tzvetan Todorov
 

10 comentários:

  1. QUE LEEEEGAAAL!
    Eu queroooo, me empresta Ariiiii?? kkkkk
    bjooookas

    ResponderExcluir
  2. Ariana!
    Bem, falar sobre literatura é bem complicado.
    E um livro que nos faz "pensar sobre como a Literatura" pode influenciar na nossa formação acadêmica é no mínimo polêmico.
    No meu ponto de vista devemos ler o que gostamos e quando chegamos na adolescência e temos de ler os livros 'obrigatórios', isso cansa muito. Gostaria de ler esse livro pela oportunidade de entender o ponto de vista do autor...
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha :)
    Parabéens !!!

    http://roberttavieira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um livro interessante, com certeza nos estimula a pensar mas acho que não é pra mim, não sou muito de ler livros desse tipo.

    ResponderExcluir
  5. Nossa!!
    Que interessante!
    Concordo com ele, a literatura estaria em perigo se não tivesse mais o poder de nos transportar para outras realidade. =) Adorei!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Muito reflexivo. Uma filosofia sobre a literatura. Gostei muito da proposta do livro. Espero poder ler um dia.

    ResponderExcluir
  7. Para quem pretende se formar em letras e todos que gostam de livros nesse estilo, é uma boa dica!

    ResponderExcluir
  8. E cumprindo o desafio direitinho! Que disposição! Haha'
    Bela capa, bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi! Achei muito interessante os pontos que o autor coloca nesse livro. Sou uma dessas leitoras que sempre empinou o nariz para os clássicos mas resolvi participar de um desafio para começar a lê-los e espero cumprir de boa vontade. Acredito que vai ser bem complicado no inicio, mas depois acho que acostuma.
    Eu acho que um dos problemas com leitura no nosso país é a forma como os professores nos apresentam a elas. Eu tinha uma professora que lia livros excelentes, best seller e me dava boas indicações mas quando era para falar de classicos ela não convencia muito bem. Acho que depende da abordagem e do incentivo.
    Beijos.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
  10. O livro parece mesmo ser teórico, cansativo e tal... mas não é? Gostei disso, rs.
    Acredito que seja um livro importante de se ler por abordar a importância da literatura. Espero ter a oportunidade de lê-lo em breve.

    ResponderExcluir